Ir para conteúdo
Criar Novo...

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''contabilidade''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Comunidade

  • ⭐️ [EXCLUSIVO] ÁREA VIP
    • Download do Tema Olympiano
    • E-books VIPs
    • Cursos
    • Mini Cursos
    • Faça sua PRIMEIRA VENDA aqui!
    • Networking VIP
  • Crie sua conta para ter acesso!
    • Criar minha conta gratuitamente!
    • E-books Gerais
  • Área Olympiana
    • Anúncios Oficiais
    • [MEGA CURSO] DROPLIST
    • Produtos Olympianos
    • Dropshipping Geral
  • Central de Ajuda Olympiana
    • Precisando de ajuda? Clique aqui!
  • Estruturação e Configuração de Loja
    • Artigos e Vídeos
    • Bate Papo
  • Marketing e Vendas
    • Artigos e Vídeos
    • Bate Papo
  • Suporte e Experiência do Cliente
    • Artigos e Vídeos
    • Bate Papo
  • Jurídico e Contábil
    • Artigos e Vídeos
    • Bate Papo
  • Finanças e Administração
    • Artigos e Vídeos
    • Bate Papo
  • Área OFF!
    • Bate Papo Geral
    • Apresentação
    • Reportagens e Notícias
    • Sugestões e Depoimentos

Blogs

Não há resultados

Categorias

  • Arquivos Olympianos - VIP
  • Arquivos Olympianos - Membros

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre


Data de Nascimento

Entre e

WhatsApp


Qual seu nível de conhecimento com Dropshipping?

Encontrado 6 registros

  1. Fala Pessoal! Sou Gabriel Rodrigo Customer Success da PJ Plus! Hoje, vamos falar sobre as taxas que o dropshipper deve pagar. Assunto meio complexo, mas com a nossa ajuda, vai ficar mais tranquilo de entender! - Apesar de ser uma atividade relativamente nova no mercado brasileiro, existem algumas regras a serem cumpridas. E, por conta disso, a Receita Federal fica de olho! Portanto, você que trabalha com dropshipping, ou está iniciando sua operação não vacile! Como já citamos por aqui (algumas vezes, rsrs) manter uma operação na Pessoa Física, pode ser muito custoso. Veja o comparativo: Pessoa Física - para ter isenção do imposto, o faturamento mensal é muito baixo - até R$ 1.900,00 - e quando ultrapassa esse valor a alíquota é alta. Á partir de R$4.000,00 em média chega a 27,5%! - Nesse cenário, você pagaria R$1.100,00 só de impostos. Pessoa Jurídica - no que se refere ao Regime Tributário, há três opções. Porém, duas delas são mais comuns para este negócio e serão aqui apresentadas. O enquadramento vai depender, basicamente, de dois fatores: faturamento e atividade. Simples Nacional - limitante para MEI - R$ 81 mil/ano, ME com faturamento até R$ 360 mil/ano ou EPP - faturamento de R$ 4.8 milhões/ano. Para ME e EPP - Considerando receita bruta anual de R$ 180 mil, no dropper comércio a taxa fica em uma média de 6%. Além disso, a porcentagem de imposto pago, vai depender do CNAE que a empresa terá. Alguns exemplos que utilizamos para Drop, são: Promoção de Vendas. Intermediação de negócios. Vale ressaltar, que este regime é composto por diferentes faixas de receitas, verifique em qual anexo (de I a V) seu negócio se enquadra e veja o percentual estabelecido. A porcentagem de imposto que você pagará, será baseada no seu faturamento. Para que isso aconteça, você precisará emitir notas fiscais eletrônicas nas vendas que você fizer. MEI - No MEI você paga apenas uma guia mensal de R$65,00 em média. É bastante vantajoso quando você está validando sua operação. Porém, contudo, todavia (rsrsrs)O MEI tem o limite anual de R$81.000 – que por mês, significa que você pode faturar no Máximo R$8.000.00 o que pode ser um fator limitante para uma operação de Drop que tende a escalar mês, a mês. Fique Atento! -Tais impostos deverão ser pagos em dia, caso contrário seu negócio pode sofrer penalidades como multas, juros, ou até mesmo encerramento da atividade; em caso de sonegação. - Por isso, é importante entender qual o momento da sua operação, para optar por um desses modelos de empresa. Mas, para que o planejamento tributário seja assertivo, conte com os parceiros de toda hora! Nós da PJ PLUS + estamos aqui para lhe ajudar! - Além das manhas dos gestores, o nosso trabalho é sem burocracia, 100% digital e altamente integrado com seu negócio. Você ganha pagando menos impostos e a gente ganha tendo você como parceiro! Você pode entrar em contato conosco em nossos canais de atendimento, ou pelo Whatsapp clicando aqui; A Pj Plus é uma contabilidade digital que tem como missão, descomplicar a contabilidade e fomentar o empreendedorismo no Brasil.Há mais de 5 anos no mercado, com foco e especialização no empreendedorismo digital;
  2. Fala, pessoal sou Gabriel Rodrigo| Customer Success da Pj Plus! Se você já se convenceu que começar no Dropshipping como PF é uma furada, parabéns! É sinal de que você está atento às orientações da PJ PLUS + e já se deu conta de que abrir um MEI é o melhor caminho para o seu negócio dar os primeiros passos e decolar! Agora: Por que ter um MEI é muito mais vantajoso para quem está começando? Vou te dar 3 motivos para te ajudar no convecimento de que o MEI é para você! É muito fácil e muito rápido! Em primeiro lugar, é muito fácil abrir um! Basta entrar no Portal do Governo, seguir as instruções e pronto: seu CNPJ sai quentinho do forno na mesma hora! (ou então, entre em contato conosco - Através do MEI App, além da abertura, terá uma contabilidade para auxiliar o seu negócio). O CNPJ muda o jogo do seu negócio. Você começa a profissionalizar a sua operação de Dropshipping, viabiliza a possibilidade de obter meios de pagamento, uma conta PJ e pode estampar seu CNPJ no seu site, passando mais credibilidade para seus clientes O imposto é MUITO barato (em comparação com outros modelos de CNPJ) Os impostos são em média R$ 60,00 por mês, contando com a contribuição de INSS (que ajuda na aposentadoria, o que é bem vantajoso comparado aos 6% iniciais de uma ME. Mas não é somente isso! É bastante importante acompanhar o seu faturamento! O MEI possui um limite de faturamento mensal de R$81.000 e, você como membro dessa comunidade, vai atingir esse limite rapidinho (essa é a meta, certo?). A questão é que o governo/receita federal, não te avisa que você está desenquadrado por conta do limite, pois apesar de você pagar os impostos mensalmente, a declaração de faturamento é apenas no ano seguinte e, em Janeiro você poderá ser desenquadrado do MEI, com a possibilidade de pagar retroativamente/proporcionalmente os impostos que você "deixou" de pagar por estar no modelo de empresa errado. Fique tranquilo! Estamos aqui para ajudar. - Neste caso, clientes do MEI App, contam com o acompanhamento mensal do faturamento e, caso precisem migrar para uma ME, nós da Pj Plus abrimos gratuitamente o CNPJ e ajudamos em todas as questões da regularização. - Se você não é nosso cliente, não tem problema! Basta informar que é membro da comunidade e que precisa de um help. Estaremos a disposição para ajudar e se necessário, atuar ativamente na regularização do CNPJ. Rola até uma abertura gratuita também (caso seja necessário). Eaí Olympiano? O que você está esperando para abrir o seu MEI com a gente e deixar a PJ PLUS + tomar conta dos negócios do seu Dropshipping? Já pensou? Deixar seu planejamento financeiro e empresarial nas mãos de uma contabilidade digital especializada? Afinal, com o suporte da PJ PLUS +, você só vai precisar cuidar daquilo que realmente entende, que é atender e satisfazer os seus clientes! Da parte chata, pode deixar que a gente cuida para você! Você pode entrar em contato conosco em nossos canais de atendimento, ou pelo Whatsapp clicando aqui; A Pj Plus é uma contabilidade digital que tem como missão, descomplicar a contabilidade e fomentar o empreendedorismo no Brasil.Há mais de 5 anos no mercado, com foco e especialização no empreendedorismo digital;
  3. Fala pessoal, bom dia! Há sempre uma dúvida quando o assunto é abrir uma empresa: Está no momento certo? Será que o ideal é começar assim, ou assado... Aqui vamos deixar algumas dicas que podem ajudar nesta decisão e que sempre recomendamos para nossos clientes. Quando devo migrar de MEI para ME, ou, nem abri um MEI, devo ser ME? Abaixo listamos 3 pontos que são cruciais para a tomada de decisão: 1 -Seu negócio está escalando em velocidade Uma coisa MUITO importante de se atentar é: Qual tem sido o faturamento da sua operação? Está aumentando com o passar do tempo?(esperamos que sim!) Caso você seja MEI, o limite de faturamento mensal fica em torno de R$8.000,00 mês e, o problema é que após atingir este valor, ninguém te avisará "Ei pessoa, seu faturamento excedeu, você deve migrar para uma empresa com porte maior" e na pessoa física, isso tende a dar problema para declaração de IRPF, visto que o limite mensal é ainda menor e além disso, você teria de pagar uma alíquota alta de imposto (chegando em 27,5% caso chegue nos R$8.000,00 que usamos como exemplo). No MEI, caso ultrapasse este limite, você será desenquadrado do Simples Nacional MEI (SIMEI) e, mesmo assim não será avisado que isso aconteceu... A surpresa virá, porém não á tempo de regularizar a situação, pois você será cobrado proporcionalmente em Janeiro do próximo ano. Neste caso, o ideal seria encerrar o MEI (ou mudar o porte do CNPJ para virar ME) e abrir uma ME. Por isso, fique atento no faturamento e caso esteja nessa situação, nos procure para te ajudar o quanto antes. 2 -Preciso de mais pessoas trabalhando comigo Nesse caso, é ainda mais importante ter uma ME. No MEI é permitido ter apenas um funcionário, limitando muito o crescimento do seu negócio. E, ainda que você não faça isso pelos meios convencionais (CLT), é importante que quem estiver prestando o serviço pra você emita uma nota para sua empresa, para comprovar a saída do dinheiro de sua conta jurídica. Isso ajuda a manter sua empresa dentro dos trilhos e ajuda na hora de fazer a contabilidade, também. 3 -Quero ter outros negócios. Outra limitação como MEI é que você não pode ter outra empresa. Não há nenhum impeditivo para abrir uma ME sendo MEI, porém, assim como quando você fatura mais que o permitido, seu MEI é desenquadrado e você só é avisado em Janeiro do outro ano, podendo gerar os problemas de tributação; Como ME, você pode ter seu nome no quadro de sócios de outra empresa sem problemas. Isso é interessante, caso você queira ter além da sua operação, um infoproduto, uma outra operação com sócios, ou até mesmo um outro negócio que não tenha ligação direta com droppshipping. Em todos os casos, estaremos aqui para te ajudar na regularização dessas questões. Espero que tenhamos te ajudado á ter um direcionamento referente á essas questões. Se precisar estaremos á disposição para tirar suas dúvidas. Membros da comunidade tem diversos benefícios com nossa contabilidade. Você pode entrar em contato conosco em nossos canais de atendimento, ou pelo Whatsapp clicando aqui; A Pj Plus é uma contabilidade digital que tem como missão, descomplicar a contabilidade e fomentar o empreendedorismo no Brasil.Há mais de 5 anos no mercado, com foco e especialização no empreendedorismo digital; ps: Escrito com carinho por nossos colaboradores.
  4. Fala pessoal, bom dia!! Tudo certinho? Sou Gabriel da PJ Plus, contabilidade especializada em negócios digitais! Criamos essa enquete para entender quais conteúdos seriam interessantes para vocês, em matéria contábil-fiscal. Não deixe de responder! Será um prazer atender aos pedidos que fizerem! 🙂 Se tiverem mais sugestões ou feedbacks, comenta aqui com a gente!!!
  5. Fala pessoal, boa tarde. Sou Gabriel, Customer Success da Pj Plus - Contabilidade parceira da Olympos! Na semana passada um assunto que pode mudar o game de muitos empreendedores digitais, mais especificamente aqueles que fazem o DropShipping Internacional, veio à tona. Se trata do aumento da tributação nas operações de compra de plataformas como Ali Express, Shopee e outras. O tema é relevante, então, segue com a gente neste pequeno overview da possível atualização das regras locais: Na semana passada tivemos uma notícia relevante, circulando pelos portais, acerca da possibilidade de maior fiscalização e tributação de produtos vendidos pelas plataformas Aliexpress, Shopee, Shein e Wish (entre outras). Resumidamente, com referência do pessoal do Olhar Digital, temos que: (...) Depois que um grupo de empresários brasileiros foi até Brasília reclamar com o alto escalão do governo federal sobre compras feitas por consumidores direto da China, o Ministério da Economia decidiu agir. A pasta, chefiada por Paulo Guedes, prepara uma medida provisória (MP) para cercar essas plataformas online de vendas de produtos, como Shopee, Wish, AliExpress e Shein. (...) A comitiva de empresários que denunciou os serviços tinha, entre outros, Luciano Hang, dono da Havan, e Alexandre Ostrowiecki, CEO da Multilaser. Os críticos ao modelo de venda de produtos importados no Brasil por esses sites chamam as plataformas de “camelódromos digitais”. Agora, o governo de Jair Bolsonaro (PL), de quem Hang é aliado, discute a tributação da importação por pessoas físicas independente do valor do produto comprado. Atualmente, os consumidores dessas plataformas compram com isenção mercadorias de até US$ 50, depois que o produto passa pela Receita Federal. (grifos nossos) Ok. Mas quais são os impactos para o ecommerce? Bem, aqui, precisamos separar as coisas. O segmento de ecommerce que poderá ser afetado, caso se não trate de um “blefe” presidencial, é o que chamamos de Dropshipping Internacional, ou seja, aquele em que o fornecedor dos produtos está no exterior (normalmente na China). Como uma Medida Provisória possui força imediata de lei, o que poderemos ter é um aumento no custo dos produtos, por aqueles que queiram compra-lo para fins de comercialização ou não, já que existem rumores de que a equipe econômica da Receita Federal e o Ministério da Fazenda, pleiteiam que consumidores sejam cobrados no momento da compra e não quando o produto passa pela Receita Federal do Brasil. Outra hipótese, é que passe a existir um controle maior dos produtos importados, para que ocorra a tributação, inclusive, para itens com valor inferior a US$ 50 e aqueles advindos como “gifts” e/ou doação. No entanto, cabe a nós esperar pela movimentação que o governo realmente fará, considerando que a medida está sendo fortemente especulada em função da influência de empresários de grandes varejos, como Havan e Multilaser. Fato é que já tínhamos internamente essa predição de futuro para o que chamamos de Drop Internacional, mas resta saber se este futuro está próximo ou não. Como se proteger, diante de um fator externo que pode prejudicar os negócios, quando a atuação do seu ecommerce existe com um fornecedor internacional? Aqui estão algumas coisas que recomendamos e que podem te ajudar a "driblar" esta situação: Procurar a opção de fornecedores nacionais (o que costumamos recomenda há algum tempo para clientes); Procurar contato e abertura com o fornecedor estrangeiro, afim de tentar obter informações sobre o envio de produtos para o Brasil, de forma a coibir a tributação excedente; Manter-se atualizado sobre o tema, para antecipar os problemas relacionados à possível criação da Medida Provisória. Ter uma contabilidade consultiva e proativa, que compreenda tanto as regras fiscais quanto de negócio, para junto com você, trilhar o melhor caminho a ser seguido. Neste caso, conte com a gente! Tem alguma dúvida sobre os rumores? Sabe o que é uma Medida Provisória (MP) e o que isso pode significar para o Drop Internacional? O que você acha que vai acontecer? Comenta aqui pra gente!! A Pj Plus é uma contabilidade digital que tem como missão, descomplicar a contabilidade e fomentar o empreendedorismo no Brasil. Há mais de 5 anos no mercado, com foco e especialização no empreendedorismo digital; Quer conhecer nossos serviços e/ou ter uma contabilidade especializada no seu negócio? Chama a gente por aqui no Fórum, ou clicando aqui .
  6. Uma das dúvidas mais comuns de quem planeja iniciar atividades como Dropshipping Nacional é identificar o melhor tipo de empresa a ser aberta, especialmente do ponto de vista tributário. Um dos critérios possíveis para chegar a uma resposta é entender qual é o porte que o empreendedor pretende dar à sua operação. Num primeiro momento, a alternativa MEI - Microempreendedor Individual pode ser um bom caminho a ser seguido, em função da facilidade de abrir a empresa e obter o CNPJ no portal do governo federal totalmente sem burocracia. Nem mesmo a questão do tipo de atividade desenvolvida é motivo de dor de cabeça, já que o Dropshipping Nacional, atividade totalmente regulamentada no Brasil, se enquadra como Comércio, não importando que ele aconteça eletronicamente, pela internet. O CNAE - Classificação Nacional de Atividades Econômicas oferece uma lista interminável de opções para o comerciante. É só escolher de acordo com o produto que ele opera. É importante, no entanto, estar atento às características do MEI, para entender bem como ele funciona. Acompanhe! O MEI não pode faturar mais do que R$81 mil por ano. Também não pode ter sócios. A carga tributária é baixa e muito simplificada: gira em uma média de R$60,00 por mês para quem trabalha com Comércio. O MEI só pode contratar um único funcionário, pagando um salário mínimo mensal. Avalie seu momento atual e, pesando vantagens e desvantagens, entenda se as características do MEI contemplam suas necessidades, de acordo com o seu planejamento. Por exemplo: um bom contador certamente vai orientar o empreendedor a começar sua operação de forma enxuta, pagando o menor imposto possível neste início. Isso faz com que o MEI seja uma alternativa perfeita dentro dessa perspectiva, pois permite que o modelo de negócio possa ser validado adequadamente, num momento em que os investimentos ainda não são grandes, com o benefício adicional de os impostos serem reduzidos. Dessa forma, o empreendedor tem tempo para “azeitar todas as engrenagens do seu negócio” até faturar, de maneira consistente, ao menos R$ 8 mil ao mês. Quando se aproximar do limite anual de faturamento (R$81 mil), o escritório de Contabilidade migra o empreendimento e sua natureza jurídica para o modelo de microempresa (ME), sem qualquer prejuízo à operação. Como ME's, a opção tributária para quem está começando normalmente recai sobre o Simples Nacional, regime tributário facilitado, que reúne em uma única guia de pagamento oito diferentes impostos das três esferas (federal, estadual e municipal). A carga tributária se inicia em 4%, mas é necessário ficar atento, já que, o Simples Nacional têm modelo de tributação progressiva, ou seja, quanto mais você faturar, maior será a sua alíquota. Diante de tanta informação, para quem está começando, é sempre importante ter um Contador ao seu lado. A PJ Plus é um escritório de Contabilidade especializado em negócios digitais - como é o caso do Dropshipping Nacional -, com profissionais capacitados a prestar a consultoria personalizada que a sua empresa precisa, identificando a melhor forma de iniciar suas atividades (seja como MEI ou ME). Conte com a gente!

Conheça o E-com 360º 

×
×
  • Criar Novo...
Pesquisar em
  • Mais opções...
Encontrar resultados que contenham...
Encontrar resultados em...

Escreva o que você está procurando e pressione enter ou clique no ícone de pesquisa para iniciar sua pesquisa